top of page
Buscar

É possível usar energia solar no seu condomínio, sem instalar placas?

Serviço de assinatura digital de energia solar em condomínios dá desconto na conta de luz e dispensa obras na rede elétrica. Saiba mais.

Quem é síndico já deve ter sido questionado pelo menos alguma vez pelos moradores sobre o valor elevado da conta de luz das áreas comuns. A depender do tamanho do prédio, esse gasto pode chegar a milhares de reais por mês. Mas você sabia que existe uma opção para trazer economia para seus condôminos? É a energia por assinatura, que permite utilizar energia solar em condomínios sem instalar placas. 


O custo com energia é complexo de diminuir, uma vez que inclui o funcionamento de elevadores e luzes das áreas comuns e dos espaços de lazer, como portaria, academia e salão de festas. Algumas ações podem contribuir para enxugar esse valor, como o uso de lâmpadas de LED e campanhas educativas para redução do consumo.  


Mas esse efeito é limitado porque o funcionamento básico do edifício não pode ser afetado. É comum que fontes mais baratas de energia, como a instalação de placas solares, sejam indicadas como alternativa.  Infelizmente, esta não é opção para todos os perfis de prédio por causa do custo de aquisição e de manutenção dos equipamentos. 


Como economizar com assinatura digital de energia solar em condomínios? 


A boa notícia é que há alternativas para driblar esse custo e permitir que o seu condomínio se torne um cliente de energia solar sem fazer nenhuma obra nem instalar placas solares. 

Isso é possível com uma assinatura digital de energia solar. Funciona assim: com um simples cadastro, o seu condomínio fica conectado a uma usina solar localizada no mesmo Estado ou região.  Esta usina vai produzir a energia que o prédio precisa, com a vantagem de trazer uma economia entre 10% e 20% e ainda ajudar o meio ambiente - vale lembrar que as usinas solares são uma das fontes de energia mais limpas da atualidade. 


Parece muito simples para ser verdade, mas é exatamente assim. Esse novo modo de consumir energia é uma inovação recente e tem crescido de forma rápida nos últimos anos. 

Hoje, já existem empresas que fazem a intermediação entre as usinas solares e os consumidores que querem economizar sem precisar instalar placas. Uma delas é a Lemon Energia, que atende a milhares de clientes em 6 regiões brasileiras. 


"A Lemon não constrói as usinas nem distribui a energia, que continua chegando pela distribuidora local. O que a Lemon faz é garantir que o cliente possa ‘alugar’ um pedaço de uma usina solar próxima de seu local de consumo", explica Rafael Vignoli, CEO da Lemon Energia. 


A energia solar começou a se desenvolver no Brasil há pouco mais de uma década. Inicialmente, essa alternativa era pouco acessível para a população em geral, em função do preço elevado das placas solares.  Com o tempo, no entanto, a energia solar ficou mais acessível e hoje existem dezenas de milhares de usinas espalhadas pelos estados brasileiros. E é por meio dessas usinas que o serviço de assinatura digital entrega uma fonte mais limpa e econômica para os consumidores.  Centenas de condomínios já utilizam esse serviço. Além de economia, o processo de contratação é simples, digital e sem burocracia. Também não é preciso pagar nenhuma taxa ou tarifa e não há permanência obrigatória. 


Fonte: Síndiconet

1 visualização0 comentário

Komentarze


bottom of page